Graça Soberana

CENTRADOS NO EVANGELHO: reflexões cristocêntricas sobre a graça e as insondáveis riquezas do evangelho na vida de um desprezível pecador

Devocionais: A confiança de Paulo no Evangelho

Mas, que importa? O importante é que de qualquer forma, seja por motivos falsos ou verdadeiros, Cristo está sendo pregado, e por isso me alegro.

Filipenses 1.18a

Da perspectiva humana, Paulo certamente tinha todo o direito de se incomodar pelo fato de alguns serem levados a pregar o Evangelho enciumados por seu ministério e não por amarem a Palavra de Deus (Filipenses 1.15-17). No entanto, a passagem de hoje revela que o apóstolo se alegrava no fato de o Evangelho estar alcançando os cidadãos de Roma, além de mostrar que Paulo pouco se fixava nas motivações impuras evidenciadas em alguns dos evangelistas da cidade. Só uma coisa pode explicar como isso pode ter acontecido: Paulo tinha grande confiança no poder do Evangelho. Independentemente do pregador ou da motivação, o avanço do Evangelho é motivo de alegria, porque ele sempre alcança o propósito que o Senhor tem para ele.

Que a eficácia da Palavra inspirada de Deus não depende da pureza do pregador é uma verdade encontrada em toda a Escritura. Vemos em Números 22—24, por exemplo, que Balaão foi obrigado a proclamar a bênção do Senhor sobre Israel, mesmo que seu desejo fosse na verdade amaldiçoar o povo de Deus. Nosso Criador pode até mesmo transmitir sua Palavra por meio de uma jumenta, se necessário (22.28), provando que a força de sua mensagem não está em quem a proclama — com exceção de Jesus, é claro, que é Deus encarnado (João 1.1,14). Na verdade, “… a palavra de Deus é viva e eficaz, e mais afiada que qualquer espada de dois gumes […] e julga os pensamentos e intenções do coração” (Hebreus 4.12). Isso continua a ser válido se quem fala for o santo mais consagrado ou o pior dos pecadores.

Devemos nos alegrar com o fato de que o poder do Evangelho não reside naquele que o proclama. Se sua eficácia dependesse do coração do pregador, estaríamos no pior estado que se pode imaginar, uma vez que ninguém (a não ser Jesus) jamais é puro o suficiente para ser digno de transmitir a Palavra de Deus (Romanos 3.23; 1João 1.8,9). Falando de forma prática, então, não precisamos nos preocupar com a nossa salvação, caso o pregador de quem ouvimos  o Evangelho pela primeira vez venha depois a apostatar. O poder que a Escritura tem de transformar vidas não reside em seres humanos frágeis que o levam até os confins da terra, mas na própria natureza do Evangelho, a revelação inspirada do Criador trino e uno (2Timóteo 3.16,17).

Embora devamos estar preocupados com nossas motivações e fazer o possível para ordenar ao ministério somente aqueles cujos corações estejam comprometidos em agradar a Deus, a Escritura não pode deixar de alcançar o propósito do Senhor (Isaías 55.10,11). O Evangelho “é o poder de Deus para a salvação” (Rom. 1:16), não pregadores humanos.

Coram Deo

Paulo tinha tamanha confiança no Evangelho porque sabia que o Evangelho pertencia a Deus, sendo muito maior que o ministério isolado de qualquer pessoa. Quando compreendemos essa verdade, somos libertos da escravidão aos modismos mais recentes que buscam tornar o Evangelho aceitável aos pecadores. Se formos fiéis em proclamar o Evangelho de maneira simples, clara e não adulterada, podemos ter certeza de que o poder do Senhor o acompanhará.

Passagens para você aprofundar o estudo

Gênesis 1.3
Jeremias 39.16
Mateus 13.10-17
1Coríntios 1.18-25

Fonte: Ligonier Ministries, associação de ensino de R. C. Sproul. Todos os direitos reservados. Website: www.ligonier.org

Título: A confiança de Paulo no Evangelho Autor: Ligonier Ministries. Série: Devocionais. Tradução: Graça Soberana/Fabiano Medeiros.

Copyright © de Ligonier Ministries, © 2012 de Graça Soberana. Você pode ler o original aqui.

Solus Christus, sola gratia, sola fide, sola Scriptura, soli Deo gloria!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: